Como Bolsonaro lavou dinheiro da JBS

Fonte: Folha Vitória.

Para quem acredita que Jair Messias Bolsonaro é honesto, ou não soube ou soube e não se atentou direito para a lavagem de dinheiro que fez com “doação” da JBS, empresa do clã de corruptos dos irmãos Batista. Entenda os passos:

  • A JBS doou 300 mil reais para Jair Bolsonaro, diretamente em sua conta de campanha.
  • Segundo o próprio Bolsonaro diz, DEPOIS de ver quem era o doador, no caso a JBS, afirmou que não queria mais o dinheiro e extornou para o partido, à época o PP (Partido Progressista), partido herdeiro da ditadura e com vários envolvimentos em inúmeros casos de corrupção no país, sendo a Lava Jato apenas um deles.
  • O PP então, no mesmo dia, faz uma transferência eletrônica para a conta de campanha de Bolsonaro que, agora, passa a aceitar os recursos.

Bem, para quem não entendeu a tramoia, essa é a forma mais suja e fácil de se lavar dinheiro: no quintal de casa! É o mesmo fazer campanha numa feira e ver a carteira de uma senhora caindo da bolsa e, ao invés de pegar e avisá-la, deixa que um correligionário pegue a carteira e coloque-a no bolso de seu terno.

Mas há quem diga o seguinte:

“O PP em 2014 tinha 5 milhões de reais de fundo partidário, logo poderia muito bem repassar 200 mil reais à Bolsonaro, até por ele ser puxador de votos”.

Sim, pode sim. Ocorre que qualquer centavo que o PP repasse à Bolsonaro, mesmo que não venha da JBS, é fruto de corrupção. São muitas as captações de dinheiro desviado. O PP tem um fundo partidário grande porque consegue eleger muitos deputados na conhecida fórmula da velha política de vender a alma por um generoso cheque. Então, os 200 mil reais que Bolsonaro fingiu ter rejeitado foram cobrir os gastos de campanha de outros candidatos, enquanto que os 200 mil reais de fundo partidário que foram para pagar seus cabos eleitorais ou panfletos tiveram uma roupagem de verba lícita.

“Mas eu conheço um deputado que se elegeu pelo PP e é honesto, nunca acharam nada contra ele”.

Bem, ainda que algum dia exista esse milagre em uma organização criminosa como é o PP, a corrupção continua gritante. O dinheiro do fundo partidário ou doações de CPF para o PP ou algum candidato do partido não compõem o grosso da receita que, distribuída, foi utilizada para pagar desde a marmita de quem ficou bandeirando para Bolsonaro como as passagens de avião do Ciro Nogueira para encontrar os doleiros ligados à Petrobras.

“Não acredito em você, isso aqui é um blog e não tem compromisso com a verdade”.

Então leia você mesmo no site da Folha de São Paulo:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/05/1886798-qual-partido-nao-recebe-diz-bolsonaro-sobre-propina-a-radio.shtml

“Ah, mas a Folha de São Paulo é um jornal comunista”.

Errou de novo! É um jornal ultra conservador que há poucos anos lançou uma matéria chamando a ditadura brasileira de ditabranda, talvez tentando camuflar que nos anos de chumbo emprestava as dependências do jornal para práticas de tortura.

“E quem mais publicou sobre isso?”

A Rádio Jovem Pan, outro meio de comunicação que apoiou o golpe e que não teria motivo algum pra flertar com a esquerda. Leia:

http://jovempan.uol.com.br/programas/ao-explicar-r-200-mil-da-jbs-bolsonaro-admite-que-pp-recebeu-propina-qual-partido-nao-recebe.html

“É tudo mentira, ele jamais faria caixa 2”.

Bem, então acredite no que o próprio Bolsonaro entregou como prestação de contas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na eleição de 2014, clicando no link abaixo:

http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2014/abrirTelaReceitasCandidato.action

 

Sobre ayanrafael

Pedagogo, Assistente Social e Mestre em Educação pela Universidade de Brasília. Trabalhou como técnico-administrativo na Universidade de Brasília, como Professor de Atividades da SEEDF (Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal) e atualmente é Especialista Socioeducativo - Pedagogo na Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, no Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA/DF).
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Como Bolsonaro lavou dinheiro da JBS

  1. Maycon disse:

    Mesmo com essas provas, pq ele não foi julgado?

    Curtir

  2. thiago franco cardoso disse:

    o último link não está mais acessível. poderia disponibilizar outro com o mesmo conteúdo?

    Curtir

  3. REGINA ABRAHÃO disse:

    COMO ADVOGADA, QUERO ESCLARECER AS PESSOAS QUE ESTA PUBLICAÇÃO CONFIGURA CRIME DE CALÚNIA . GOSTARIA QUE O SENHOR RAFAEL AYAN ME DISSESSE COMO SE LAVA DINHEIRO EMITINDO CHEQUE NOMINATIVO????

    O BOLSONARO, SABEDOR QUE O SEU ANTIGO PARTIDO PP DEPOSITOU EM SUA CONTA R$ 200.000 ( DUZENTOS MIL REAIS) ADVINDO DA JBS, IMEDIATAMENTE FEZ UM CHEQUE E DEPOSITOU DE VOLTA NA CONTA DO PARTIDO O DINHEIRO RECEBIDO.

    QUERO QUE O SR. RAFAEL AYAN ME ESCLAREÇA COMO ALGUEM PODE LAVAR DINHEIRO, EMITINDO CHEQUE NOMINATIVO ?????? KKKKKKKKKKK DEVERIA SER PROCESSADO PENAL E CIVILMENTE PELO BOLSONARO. OK? ME ESCLAREÇA POR FAVOR.

    Curtir

  4. Desonesto disse:

    Seja honesto.Veja que o doador para a conta do candidato foi o partido e o doador originário (quem doou para o partido) foi a JBS.

    Curtir

  5. Gandhara disse:

    Tá, tudo bem, foram 200 mil. Agora filho da puta, fala da lavagem de dinheiro do Lula!!! kkk O Lula é um oceano de corrupção! E Bolsonaro é grão de poeira em comparação com o universo corrupto do teu bichinho de estimação!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s